Instalação do OpenERP v8 (Trunk) no Ubuntu 12.04 LTS

ARTIGO DESATUALIZADO!!!

Neste artigo iremos abordar a instalação do OpenERP v8 (Versão Trunk – ou, a versão em desenvolvimento para os leigos). Sim! aquela nova versão que tem o Gestor de Portal ou CMS, e-commerce entre tantas outras novidades e melhorias.
Lembre-se! a versão 8 do OpenERP está em desenvolvimento.

Se você está pensando em utilizar o OpenERP em produção, recomendo procurar um parceiro oficial da OpenERP. Indico a KMEE (www.kmee.com.br) por zilhões de motivos que irei abordar em outro artigo que irá contar um pouco sobre a implementação de sistemas ERP dentro de uma empresa e com alguns exemplos de segmento.

Portanto, para produção, entre em contato com os caras da kmee.

kmee_linkedin

Continuando!

Para darmos início aos procedimento de instalação do OpenERP, vamos a alguns pré-requisitos:

  • Uma máquina virtual (VMware, VirtualBox, Hyper-V, KVM, OpenVZ ou outro virtualizador) ou Computador com o Ubuntu Server ou Desktop versão 12.04 LTS instalado;
  • Conexão com a Internet;
  • Conhecimento básico de Linux (Unix ou Mac OS X) em linha de comando.

Vamos iniciar, partindo da idéia que você já está com o Ubuntu descrito acima instalado e conectado a internet.

Instalação do servidor de Banco de Dados PostgreSQL 9.3

O Ubuntu 12.04 LTS utiliza em seu repositório padrão, a versão 9.1 do PostgreSQL. Há recomendações da própria OpenERP e da Comunidade para utilizar a versão 9.3 onde há um ganho de performance considerável.

Atualizando repositórios, instalando o postgreSQL 9.3 e criando a conta de usuário do openerp no banco de dados.

1 – atualize o seu repositório e instale o python-software-properties
sudo apt-get update
sudo apt-get -y install python-software-properties
2 – baixe a key do repositório do PostgreSQL
wget --quiet -O - https://www.postgresql.org/media/keys/ACCC4CF8.asc | sudo apt-key add -
3 – Edite o arquivo /etc/apt/sources.list e adicione o conteúdo abaixo na última linha:

deb http://apt.postgresql.org/pub/repos/apt/ precise-pgdg main

4 – Atualize o repositório do seu sistema para que possamos instalar o PostgreSQL 9.3

sudo apt-get update
5 – Instale o PostgreSQL 9.3
sudo apt-get install postgresql-9.3 postgresql-client-9.3 postgresql-contrib-9.3 postgresql-server-dev-9.3 libpq-dev

6 – Crie um usuário para o OpenERP
sudo su - postgres
createuser --createdb --username postgres --no-createrole --no-superuser --pwprompt openerp

Quando o sistema perguntar se você quer criar uma ROLE administrador responda Sim (ou Yes), e em seguida uma senha para o usuário openerp. Lembre-se de guardar esta senha, ela será utilizada na configuração do seu OpenERP.

Saia do usuário postgres executando o comando exit

OpenERP

Criação do usuário openerp no sistema
sudo adduser --system --home=/opt/openerp --group openerp

Pacotes necessários para rodar o OpenERP
sudo apt-get install graphviz ghostscript postgresql-client python-dateutil python-feedparser python-matplotlib python-ldap python-libxslt1 python-lxml python-mako python-openid python-psycopg2 python-pybabel python-pychart python-pydot python-pyparsing python-reportlab python-simplejson python-tz python-vatnumber python-vobject python-webdav python-werkzeug python-xlwt python-yaml python-imaging python-unittest2 python-psutil python-jinja2 python-docutils bzr git

Instalar a dependência gdata-python

cd /tmp
wget https://gdata-python-client.googlecode.com/files/gdata-2.0.18.tar.gz
tar zxvf gdata-2.0.18.tar.gz
cd gdata-2.0.18/
sudo python setup.py install

Transforme-se no usuário OpenERP

sudo su - openerp -s /bin/bash
#verifique se você é realmente o usuário openerp
whoami

O resultado deverá ser: openerp

Baixando os fontes:

#### Dica! vá dar um passeio, responder aqueles emails importantes, dar banho no cachorro… enfim quando você rodar os comandos abaixo, é bem provável que demore em torno de 1hora.

cd /opt/openerp
# Addons
bzr branch lp:~openerp/openobject-addons/trunk addons
# Server
bzr branch lp:~openerp/openobject-server/trunk server
# Web
bzr branch lp:~openerp/openerp-web/trunk web

Crie o arquivo /opt/openerp/7.0/server/openerp-server.conf com o conteúdo:

[options]
addons_path =../web/addons,../addons
admin_passwd = admin
csv_internal_sep =
db_host = localhost
db_maxconn = 64
db_name = False
db_password = TROQUE_PELA_SENHA_QUE_VC_COLOCOU_NO_POSTGRESQL
db_port = 5432
db_template = template1
db_user = openerp
dbfilter = .*
debug_mode = False
demo = {}
email_from = False
import_partial =
workers = 5
limit_memory_soft = 671088640
limit_memory_hard = 805306368
limit_time_cpu = 300
limit_time_real = 120
limit_request = 8192
list_db = True
log_handler = ['[\'[\\\'["[\\\\\\\':INFO\\\\\\\']"]\\\']\']']
log_level = info
logfile = False
login_message = False
logrotate = True
max_cron_threads = 2
netrpc = False
netrpc_interface =
netrpc_port = 9070
osv_memory_age_limit = 1.0
osv_memory_count_limit = False
pg_path = None
pidfile = False
proxy_mode = False
reportgz = False
secure_cert_file = server.cert
secure_pkey_file = server.pkey
server_wide_modules = None
smtp_password = False
smtp_port = 25
smtp_server = localhost
smtp_ssl = False
smtp_user = False
static_http_document_root = None
static_http_enable = False
static_http_url_prefix = None
syslog = False
test_commit = False
test_enable = False
test_file = False
test_report_directory = False
timezone = False
translate_modules = ['all']
unaccent = False
without_demo = False
workers = 0
xmlrpc = True
xmlrpc_interface =
xmlrpc_port = 9069
xmlrpcs = True
xmlrpcs_interface =
xmlrpcs_port = 9071

Executar o servidor OpenERP
cd /opt/openerp/server && ./openerp-server -c openerp-server.conf

Abra o seu browser/navegador e acesse o OpenERP utilizando o ip da máquina e port 9069

Ex.

http://192.168.0.10:9069

troque o ip 192.168.0.10 pelo IP da sua máquina. Basta digitar o comando abaixo para procurar o IP

ifconfig

Ao acessar pela primeira vez, o OpenERP irá pedir para você criar uma nova base de dados, essa base será utilizada para a primeira empresa a ser criada.

openerp_1st_screen

A Master password do OpenERP por default é admin.

Preencha os dados e começe a instalar e parametrizar os módulos do seu OpenERP.

Anúncios

VirtualBox 4 via linha de comando.

Sou usuário FIEL do VirtualBox e sempre vou aqui ou ali obter informações sobre as novidades.

No sabádo último, 07 de maio/2011, estava trabalhando em um novo antigo projeto (sai após 5 anos e voltei novamente após 1 ano inativo), quando necessitei instalar o VirtualBox para rodar o PfSense e o CentOS para testes. O Servidor é um servidor remoto onde tenho somente acesso a Shell (ssh) e ponto final. Para não ter que configurar o Xen ou OpenVZ, resolvi ir pelo bom e velho VirtualBox já que seriam criadas as VMs somente para testes.

Após algumas horas de busca na internet para me lembrar dos comandinhos básicos para criar vm, discos, memória, processador, vídeo, vrdp entre outros, o espanto! Só encontrei documentos em blogs e sites da versão 3.x e nada da 4. Na versão 4 do VirtualBox, alguns comandos mudaram de sintaxe e alguns parametros além de comandos que foram renomeados.
Tudo bem, vamos até o site da Sun/Oracle VirtualBox e baixamos o manual do usuário versão 4.0.6 (última disponível). É interessante verificar no site do VirtualBox a última versão deste documento.

Slackware Show

SlackWare Show 2010
Pessoas,
acontecerá entre os dias 20 e 21 de agosto (2010) o Slacware Show. O evento será realizado no Rio de Janeiro e contará com palestras e workshops diversos como:

  • Arduino
  • Perl
  • Cluster
  • Firewalls
  • Monitoramento
  • entre outros!
  • Mais informações diretamente no site do slackware show (slackshow.slackwarebrasil.org )

    Infelizmente não poderei ir ao evento por estar trabalhando durante esses dias mas irei ao menos dar apoio de alguma forma como por exemplo, o streaming para transmissão ao vivo do evento.

    Contribuindo com OpenVZ Web Panel

    Eiaaaa pessoas!!!

    Estou escrevendo hoje sobre um assunto que já venho trabalhando a bastante tempo porém, ainda não fiz nenhum post a altura.
    Virtualização

    Sabemos que há vários documentos na internet sobre o assunto e por isso não vou estender quanto as opções e sim quanto a ferramentas.
    Vou tratar em especial de uma ferramenta que me chamou e muito a atenção por sua facilidade de uso e leiaute.
    OpenVZ Web Panel
    OpenVZ Web Panel é um interface WEB desenvolvida para controlar servidores físicos que utilizam a tecnologia de virtualização pelo software OpenVZ.

    OpenVZ Web Panel

    Veja alguns screenshots do OVZ Web Panel em ação em http://code.google.com/p/ovz-web-panel/wiki/Screenshots

    Estamos trabalhando em uma rede heterogênea que conta com servidores CentOS, Debian e Slackware distantes fisicamente em algumas partes do globo.
    O Fato de ter que gerenciar máquina por máquina nos deixa um pouco vagaroso e podem até complicar algumas de nossas demandas. Procuramos ferramentas simples e descomplicadas para gerenciar nosso parque de Máquinas virtuais e acabamos por optar pelo OpenVZ em conjunto com o OVZ Web Panel. Após obter retornos positivos do Alexei, mantedor do software, decidimos trabalhar em conjunto com ele e hoje somos responsáveis pela tradução pt_BR e pelo desenvolvimento da tradução para espanhol. Também criamos patches e reportamos bugs para a equipe de desenvolvimento.
    O OpenVZ Web Panel é desenvolvido utilizanod o framework Ruby on Rails e é de fácil manutenção até mesmo pelos menos experientes em RoR.
    Após 1 semana de estudos em RoR desenvolvi algumas melhorias e conseguimos comitar algumas melhorias.

    Suas principais características são:
    – Criação de VM
    – Instalação de SO apartir da interface WEB
    – Configuração do sistema (Endereço IP, Hostname, Senha de root entre outras)
    – Iniciar, pausar, parar, reiniciar, reinstalar VM
    – Backup
    – Sincronização
    – Definir usuários responsáveis por grupo de VMs
    – Executar comandos através da interface web (comandos shell)
    – Gerenciamento de memória, espaço em disco, consumo de cpu, etc…
    – Instalação de novos templates de SOs
    – Suporte a Português Brasileiro (100% traduzido em linguagem de fácil compreensão)
    Todas essas opções podem ser executadas em servidores OpenVZ e VMs locais e remotas.
    Ou seja, através de uma única interface posso gerenciar qualquer um dos meus servidores espalhados pelo globo.

    Quem tiver interesse em instalar/testar o OVZ Web Panel, pode ir diretamente no site do desenvolvedor e obter maiores informações.

    OpenVZ Web Panel -> http://code.google.com/p/ovz-web-panel/
    OpenVZ -> http://wiki.openvz.org/Main_Page