OPNSense on DigitalOcean droplet

 

 

Access your DigitalOcean account and click on “Create Droplet” button

opnsense-1

 

 

Set the hostname of new Droplet

opnsense-2

 

 

 

Select Size of new Droplet.

For most common usage, the $5 Droplet is a good choice (512MB RAM, 20GB Disk)

opnsense-3

 

 

 

 

 

 

 

 

Select Region – Its a high important step if you need use OPNSense as Firewall/router/vpn on your project. So, select the SAME region of your anothers Droplets. Droplets in different regions have no connection over “Private Network (Shared Private Network)”

opnsense-4

 

 

 

 

 

 

 

 

Select Image – Select FREEBSD 10.1 image. We will run it to install/build our OPNSense.

opnsense-5

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aditional settings

Check “Private Networking” and select/add a SSH KEY – FREEBSD image doesnt support password authentication.

opnsense-6

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Click on “Create Droplet” button and wait few seconds/minutes.

 

Now, after your Droplet creation finish, you will get IP Address as we have on image bellow (get your own ip)

opnsense-7

 

 

 

So, now access your Droplet and follow next steps

Login to new droplet:

ssh freebsd@PUBLIC_IP

Login as root using sudo
sudo su –

# Edit FreeBSD.conf file
vi /etc/pkg/FreeBSD.conf

delete lines started with:
signature_type
and
fingerprints

Change url part “pkg.FreeBSD.org” to “pkg.opnsense.org”

The final file will be like bellow:

FreeBSD: {
url: “pkg+http://pkg.opnsense.org/${ABI}/latest”,
mirror_type: “srv”,
enabled: yes
}

Save and exit.

Install os-update:

pkg install os-update

System will ask to proceed with action 2 times. reply “y” (Yes)

Proceed with this action? [y/N]: y

Install opnsense package

pkg install opnsense

System will ask to proceed with action. reply “y” (Yes)

Proceed with this action? [y/N]: y

Run opnsense-update command

opnsense-update

Reboot system

reboot

For some reason, system does not reboot right. So, go to your droplet settings on Digital Ocean Manager interface, then go to Power menu and shutdown droplet.
It will not shutdown droplet right. But, wait 5 minutes and it will forced shutdown.

Just to know, bellow we see a Digital Ocean support team response about reboot.

“Hello,

Thank you for contacting us. We recommend that you power the droplet off from the command line via SSH. FreeBSD does not respond well to a power down from the control panel. To help let the system shut itself down we send a “polite” request when you click the power off. If after 5 minutes the droplet doesn’t respond and power down, we force it off. This is not the most graceful of power off and not recommended.

I show the power off took about 5 minutes and don’t see any errors. I believe the issue here was just our system giving it the 5 minutes to power itself down. We always recommend powering the droplet off from the command line (when you are able to) instead of the control panel.

Let us know if you have any other questions!

Regards,
James
Platform Support Specialists
Check out our community for great tutorials, articles and FAQs!
https://digitalocean.com/community

Now, back to your DigitalOcean Webmanager, select your FreeBSD Droplet and

Click on access console

opnsense-9

 

 

 

 

 

 

 

– Wait to login screen (dont setup nothing)

Login: root
Password: opnsense

> 1 – Set your interfaces WAN and LAN

vtnet0 – WAN

vtnet1 – LAN
> 2 – Set interface(s) IP address

WAN – Public IP and Netmask.

Again, form some reason, gateway maybe can not work.

So you need add Gateway yourself.

On DigitalOcean Web Manager interface, when you select Droplet “Settings”, you will see Network, Netmask, Gateway from Public interface, so get GATEWAY information and run command bellow:

route add default GATEWAY_PUBLIC_INTERFACE

in my case:

route add default 45.55.128.1

 

To access OPNSense web interface, you need disable firewall (One time once)

Run this command on terminal – (Droplet web console)

pfctl -d

Access your Droplet IP on Browser

http://YOUR_DROPLET_PUBLIC_IP

if you enable remote ssh access, you will need remove key_finger from known_hosts

in ubuntu and variants, you will need run this:
ssh-keygen -f “/home/your_user/.ssh/known_hosts” -R 45.55.137.141

in others linux as me:
edit /home/your_user/.ssh/known_hosts then, delete line with ip of your server.

Now, you are ready to work with opnsense.

Instalação automágica do Odoo (OpenERP) com Localização Brasileira e NF-e com envio online!

A equipe da kmedesenvolveu um roteiro rápido e prático para instalar o Odoo (OpenERP) automágicamente em poucos passos.

Neste artigo iremos abordar a instalação do Odoo / OpenERP  v7 (Versão develop) Sim! Aquela que transmite diretamente a NF-E 3.1 e que deve se tornar a 8.0 dentro de alguns dias.

Lembre-se! Esta é uma versão de desenvolvimento que pode passar por mudanças drasticas e eventualmente quebrar ambientes em produção. Use somente para testes e aguarde o lançamento da 8.0

Essa versão começou a ser desenvolvida em dezembro de 2013 e ainda faltam alguns pequenos detalhes para fecharmos a versão 8, qualquer feedback / issue reporte nos canais apropriados.

Veja o artigo na integra em: http://www.kmee.com.br/instalacao-odoo-com-localizacao-brasileira-e-nf-e/

Configurar teclado ABNT-2 do Ultrabook Lenovo t430u

Se você tem um Ultrabook Lenovo T430u com teclado abnt-2 (com o ç) mas as teclas de ? / º não funcionam, essa dica é para você 🙂

– Configuração do Teclado para o padrão pt-br com special keys

Criar o arquivo .xsessionrc na home do usuário

nano ~/.xsessionrc

e inserir o conteúdo abaixo

#!/bin/bash
setxkbmap -model thinkpad60 -layout br

Salve e sair do arquivo.
Reinicie o X (logoff) e logue-se novamente.

Abre um terminal/console e teste as teclas / ? ç entre outras especiais.

Instalação do OpenERP v8 (Trunk) no Ubuntu 12.04 LTS

ARTIGO DESATUALIZADO!!!

Neste artigo iremos abordar a instalação do OpenERP v8 (Versão Trunk – ou, a versão em desenvolvimento para os leigos). Sim! aquela nova versão que tem o Gestor de Portal ou CMS, e-commerce entre tantas outras novidades e melhorias.
Lembre-se! a versão 8 do OpenERP está em desenvolvimento.

Se você está pensando em utilizar o OpenERP em produção, recomendo procurar um parceiro oficial da OpenERP. Indico a KMEE (www.kmee.com.br) por zilhões de motivos que irei abordar em outro artigo que irá contar um pouco sobre a implementação de sistemas ERP dentro de uma empresa e com alguns exemplos de segmento.

Portanto, para produção, entre em contato com os caras da kmee.

kmee_linkedin

Continuando!

Para darmos início aos procedimento de instalação do OpenERP, vamos a alguns pré-requisitos:

  • Uma máquina virtual (VMware, VirtualBox, Hyper-V, KVM, OpenVZ ou outro virtualizador) ou Computador com o Ubuntu Server ou Desktop versão 12.04 LTS instalado;
  • Conexão com a Internet;
  • Conhecimento básico de Linux (Unix ou Mac OS X) em linha de comando.

Vamos iniciar, partindo da idéia que você já está com o Ubuntu descrito acima instalado e conectado a internet.

Instalação do servidor de Banco de Dados PostgreSQL 9.3

O Ubuntu 12.04 LTS utiliza em seu repositório padrão, a versão 9.1 do PostgreSQL. Há recomendações da própria OpenERP e da Comunidade para utilizar a versão 9.3 onde há um ganho de performance considerável.

Atualizando repositórios, instalando o postgreSQL 9.3 e criando a conta de usuário do openerp no banco de dados.

1 – atualize o seu repositório e instale o python-software-properties
sudo apt-get update
sudo apt-get -y install python-software-properties
2 – baixe a key do repositório do PostgreSQL
wget --quiet -O - https://www.postgresql.org/media/keys/ACCC4CF8.asc | sudo apt-key add -
3 – Edite o arquivo /etc/apt/sources.list e adicione o conteúdo abaixo na última linha:

deb http://apt.postgresql.org/pub/repos/apt/ precise-pgdg main

4 – Atualize o repositório do seu sistema para que possamos instalar o PostgreSQL 9.3

sudo apt-get update
5 – Instale o PostgreSQL 9.3
sudo apt-get install postgresql-9.3 postgresql-client-9.3 postgresql-contrib-9.3 postgresql-server-dev-9.3 libpq-dev

6 – Crie um usuário para o OpenERP
sudo su - postgres
createuser --createdb --username postgres --no-createrole --no-superuser --pwprompt openerp

Quando o sistema perguntar se você quer criar uma ROLE administrador responda Sim (ou Yes), e em seguida uma senha para o usuário openerp. Lembre-se de guardar esta senha, ela será utilizada na configuração do seu OpenERP.

Saia do usuário postgres executando o comando exit

OpenERP

Criação do usuário openerp no sistema
sudo adduser --system --home=/opt/openerp --group openerp

Pacotes necessários para rodar o OpenERP
sudo apt-get install graphviz ghostscript postgresql-client python-dateutil python-feedparser python-matplotlib python-ldap python-libxslt1 python-lxml python-mako python-openid python-psycopg2 python-pybabel python-pychart python-pydot python-pyparsing python-reportlab python-simplejson python-tz python-vatnumber python-vobject python-webdav python-werkzeug python-xlwt python-yaml python-imaging python-unittest2 python-psutil python-jinja2 python-docutils bzr git

Instalar a dependência gdata-python

cd /tmp
wget https://gdata-python-client.googlecode.com/files/gdata-2.0.18.tar.gz
tar zxvf gdata-2.0.18.tar.gz
cd gdata-2.0.18/
sudo python setup.py install

Transforme-se no usuário OpenERP

sudo su - openerp -s /bin/bash
#verifique se você é realmente o usuário openerp
whoami

O resultado deverá ser: openerp

Baixando os fontes:

#### Dica! vá dar um passeio, responder aqueles emails importantes, dar banho no cachorro… enfim quando você rodar os comandos abaixo, é bem provável que demore em torno de 1hora.

cd /opt/openerp
# Addons
bzr branch lp:~openerp/openobject-addons/trunk addons
# Server
bzr branch lp:~openerp/openobject-server/trunk server
# Web
bzr branch lp:~openerp/openerp-web/trunk web

Crie o arquivo /opt/openerp/7.0/server/openerp-server.conf com o conteúdo:

[options]
addons_path =../web/addons,../addons
admin_passwd = admin
csv_internal_sep =
db_host = localhost
db_maxconn = 64
db_name = False
db_password = TROQUE_PELA_SENHA_QUE_VC_COLOCOU_NO_POSTGRESQL
db_port = 5432
db_template = template1
db_user = openerp
dbfilter = .*
debug_mode = False
demo = {}
email_from = False
import_partial =
workers = 5
limit_memory_soft = 671088640
limit_memory_hard = 805306368
limit_time_cpu = 300
limit_time_real = 120
limit_request = 8192
list_db = True
log_handler = ['[\'[\\\'["[\\\\\\\':INFO\\\\\\\']"]\\\']\']']
log_level = info
logfile = False
login_message = False
logrotate = True
max_cron_threads = 2
netrpc = False
netrpc_interface =
netrpc_port = 9070
osv_memory_age_limit = 1.0
osv_memory_count_limit = False
pg_path = None
pidfile = False
proxy_mode = False
reportgz = False
secure_cert_file = server.cert
secure_pkey_file = server.pkey
server_wide_modules = None
smtp_password = False
smtp_port = 25
smtp_server = localhost
smtp_ssl = False
smtp_user = False
static_http_document_root = None
static_http_enable = False
static_http_url_prefix = None
syslog = False
test_commit = False
test_enable = False
test_file = False
test_report_directory = False
timezone = False
translate_modules = ['all']
unaccent = False
without_demo = False
workers = 0
xmlrpc = True
xmlrpc_interface =
xmlrpc_port = 9069
xmlrpcs = True
xmlrpcs_interface =
xmlrpcs_port = 9071

Executar o servidor OpenERP
cd /opt/openerp/server && ./openerp-server -c openerp-server.conf

Abra o seu browser/navegador e acesse o OpenERP utilizando o ip da máquina e port 9069

Ex.

http://192.168.0.10:9069

troque o ip 192.168.0.10 pelo IP da sua máquina. Basta digitar o comando abaixo para procurar o IP

ifconfig

Ao acessar pela primeira vez, o OpenERP irá pedir para você criar uma nova base de dados, essa base será utilizada para a primeira empresa a ser criada.

openerp_1st_screen

A Master password do OpenERP por default é admin.

Preencha os dados e começe a instalar e parametrizar os módulos do seu OpenERP.

Vagas ios e Android no Rio de Janeiro

VAGA: Analista Desenvolvimento IOS Junior

Atividades: – Desenvolvimento e manutenção de Aplicativos mobile. Utilizando conceitos básicos da empresa e trabalho em equipe.

Conhecimentos necessários: – Conhecimento em desenvolvimento oo preferencialmente com objective c, c++ ou java, conhecimento em paradigmas do desenvolvimento mobile desenvolver códigos objetivos, limpos e bem documentados entedimento básico de versionamento de código conhecimento básico em metodologia agile de desenvolvimento de software. – Inglês Técnico

Desejável: – Utilização do Github – Desenvolvimento para as plataformas Android, Blackberry e Windows Phone – Metodologia SCRUM

Competências: – Atuar em áreas de pesquisa participar ativamente em comunidades e eventos da área tecnologias objective-c, c++ ou java. – Cumprimento dos prazos acordados. – Garantir qualidade na atividade desenvolvida. – Garantir o versionamento da aplicação.

VAGA: Analista Desenvolvimento ANDROID Junior

Conhecimentos necessários: – Estrutura de um aplicativo Android; (Smartphones e Tablets) – Ciclo de vida de Activities e Fragments; – Integração com serviços utilizando XML e/ou JSON; – API do Android em geral; – Inglês técnico (leitura)
Desejável: – Conhecimento em ferramentas gráficas como Gimp e/ou Photoshop; – Services e BroadcastReceivers;- AsyncTasks; – Adaptação de layouts para diferentes tamanhos de telas; – API de mapa; – SQLite; – Conhecimento em SQL; – Experiência com plataformas Mobile.

Importante: Ter ao menos um aplicativo desenvolvido (não necessariamente publicado no Google Play).

Enviar cv para vagas (Em) mobicare.com.br

Tutorial de Instalação do OpenERP 6 (launchpad – última versão) e da localização brasileira

Bom, para quem não sabe o OpenERP é um software de gestão empresarial OpenSource (de código fonte aberto) e que atende a diversos segmentos/atividades. O site oficial do OpenERP é www.openerp.com


Se você está tendo dificuldades na implementação do OpenERP em sua empresa, entre em contato com a KMEE, ela é uma parceira oficial do OpenERP no Brasil 🙂
KMEE - Sistema de Gestão OpenERP e Infraestrutura de TI
kmee.com.br


Com o OpenERP é possível, por exemplo, obter as seguintes funcionalidades para gestão do seu negócio:

  • CRM
  • Contabilidade
  • Gerenciamento de projetos
  • Armazéns
  • Recursos Humanos
  • Compras
  • Vendas
  • Fabricação e manufatura
  • Marketing
  • Faturamento
  • Folha de pagamentos
  • Ponto de Venda

Iremos utilizar o seguinte roteiro:

  • Pré-requisitos – OK
  • O banco de dados Postgres – instalação e configuração; – OK
  • Instalação dos pacotes necessários para instalação do OpenERP; – OK
  • Baixar o código do OpenERP e da localização brasileira diretamente do repositório no launchpad; – OK
  • Configuração do ambiente; – OK
  • Configuração do servidor OpenERP; – OK
  • Configuração do Cliente WEB; – OK
  • Criar o primeiro banco de dados; – OK
  • Instalando os módulos básicos e da localização brasileira; – 50%
  • Informações sobre a segunda parte do documento.

Continuar lendo

Vídeo sobre o projeto do Wanderlei Silva – Vale a pena

Não sou lá muito fã de MMA mas achei o video interessante. Vale a pena conferir pelo simpels fato de o Wanderlei Silva estar trabalhando com projeto social e tentando alavancar números para conseguir mais patrocinadores. Bacana. Não é no Brasil mas vale a pena.

Veja o vídeo clicando aqui!

 

Fonte: http://www.youtube.com/watch?v=3E33XViAm1A&feature=colike

OpenVZ Web Panel – Chegou a versão 2.0! Chique né?

Povo, mais uma versão do OWP está lançada, com um pouco de atraso o post.
A Versão 2.0 com diversas melhorias e agora, tem até autenticação via OpenLDAP!

É super interessante para quem utiliza esse painel de gerenciamento do OpenVZ, realizar a atualização o quanto antes.
http://code.google.com/p/ovz-web-panel/

Vale lembrar que o OpenVZ tem interface PT-br que ajudo a traduzir. Está 100% Brasuca!!!

VirtualBox 4 via linha de comando.

Sou usuário FIEL do VirtualBox e sempre vou aqui ou ali obter informações sobre as novidades.

No sabádo último, 07 de maio/2011, estava trabalhando em um novo antigo projeto (sai após 5 anos e voltei novamente após 1 ano inativo), quando necessitei instalar o VirtualBox para rodar o PfSense e o CentOS para testes. O Servidor é um servidor remoto onde tenho somente acesso a Shell (ssh) e ponto final. Para não ter que configurar o Xen ou OpenVZ, resolvi ir pelo bom e velho VirtualBox já que seriam criadas as VMs somente para testes.

Após algumas horas de busca na internet para me lembrar dos comandinhos básicos para criar vm, discos, memória, processador, vídeo, vrdp entre outros, o espanto! Só encontrei documentos em blogs e sites da versão 3.x e nada da 4. Na versão 4 do VirtualBox, alguns comandos mudaram de sintaxe e alguns parametros além de comandos que foram renomeados.
Tudo bem, vamos até o site da Sun/Oracle VirtualBox e baixamos o manual do usuário versão 4.0.6 (última disponível). É interessante verificar no site do VirtualBox a última versão deste documento.